Sinceramente

Das palavras que eu nunca soube falar

e dos sentimentos que sempre mantive

Você foi o último a desvendar

uma verdade a muito perdida, inclusive

de mim

 

Desse meu jeito, desajeitado

eu nunca soube dizer, ou nunca tive a coragem

Do meu sentimento trancado

você é o dono e o portador da miragem

do meu coração

 

Foi preciso apenas um de seus sorrisos

e de repente eu já não estava mais pensando

Meu coração perdido, apaixonado por seus risos

tão facilmente arrebatado

por você, capturado

 

No começo era medo

mas depois era mais, algo que não ouso nomear

Só peço, com lágrimas, que continue esse enredo

uma história em seu começo não merece terminar

tão cedo

 

Um beijo e um pedido é tudo

por enquanto não parta

Ainda a tanto a ser descoberto, contudo

o que a noite promete, e o dia guarda

são promessas de um futuro que começa.